sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Foram os embargos infringentes uma traição contra o povo brasileiro e às instituições democráticas de direito?


Política

Nós merecemos isso?
Os embargos infringentes foram uma punhalada nas nossas costas? Talvez não! Uma punhalada pelas costas significa traição. Na realidade não estamos sendo traídos agora, muito menos estamos sendo traídos pelo STF e nem pela Dilma Roussef. Fomos traídos há muito tempo, pelos membros do PT e por Lula, que por toda a internet, estão sendo já há algum tampo, chamados de "petralhas" e de "Lulalau". Petralhas e Lulalau é um termo merecido para esses "ícones da luta pela liberdade e pela democracia"? Eu sinceramente não vou responder. Deixo isso para você (pois sou rabugento demais, os meus leitores sabem disso).

Ao invés de responder a pergunta acima, eu quero fazer outra pergunta: Qual democracia ou qual liberdade, que temos no Brasil? Democracia que se presa (sempre digo isso aqui), precisa ser completa. Em um pais onde somos obrigados a votar, ainda não é uma democracia de fato! É certo que ainda podemos falar o que pensamos e tudo o que quisermos, no Radio, na TV, nos Jornais, na Internet..., mas por enquanto... E pergunto: Por quanto tempo mais? Portanto, a nossa liberdade é muito limitada. Há repórteres morrendo pelos rincões do Brasil, e há blogueiros sendo perseguidos... (Não estou atribuindo essas mortes e perseguições aos governos). 

Os repórteres ainda são corajosos e vão em frente, mas há blogueiros que não se metem com a política e com os governos, preferem falar abobrinhas, anedotas, ou publicar coisas gospel em seus blogs... Mesmo assim, não criticam essas loucas e destrambelhadas eclesialidades que aí vemos, ou por terem o rabo preso com alguma instituição eclesiástica, ou para não desagradarem às igrejas e aos seus fieis (ao mesmo tempo que já agradam), ou para não responderem à processos. Poucos são os blogueiros sem nenhum vínculo eclesiástico. Poucos são os blogueiros que realmente não compactuam com nenhuma instituição eclesiástica e ou doutrina. Também são poucos os blogueiros que não têm medo de dizer a verdade sobre coisa alguma. Sejam elas: Políticas, corrupção, democracia, igrejas, abusos, violências, black bloc, Dilma Roussef, Lula, corrupção, PT..., saudação.  

Voltando ao embargos infringentes, pudemos perceber, que esse era já, há muito tempo, um jogo de cartas marcadas. A Dona Dilma preparou o terreno e colocou mais dois ministros no STF para equilibrarem as forças e o poder. O resultado foi esse que vimos ontem: A absolvição plena dos membros corruptos mensaleiros petistas da formação de quadrilha, e diminuição da pena  dos condenados no julgamento do mensalão. Dizem por aí que o Barbosa perdeu e ficou com "cara de tacho". Será? Creio que não!

O Joaquim Barbosa, e os que seguiram o seu voto foram vitoriosos, pois foram fiéis aos seus princípios. Mas, vitoriosos mesmo, foram os "Zés": José Dirceu, José Genuíno, Delúbio Soares... E o famigerado PT. Junto deles, também, foram vitoriosos, a corrupção, a política suja, a imoralidade, a falta da transparência... E se esses elementos foram vitoriosos, quais foram os perdedores nessa batalha infindável contra a corrupção? Isso é fácil de identificar. Os perdedores foram: O povo brasileiro, a democracia nacional, toda a sociedade brasileira, a política, as pessoas de bem e as pessoas honestas. Resumindo: O povo e os poucos políticos bons que ainda temos nesse pais miserável que sofre as consequências de políticos sujos e ladrões.

Tudo o que posso fazer nessa altura do campeonato é lastimar. E, como todo e qualquer bom brasileiro, tudo que posso fazer é continuar lutando e acreditando que um dia as coisas irão mudar nesse lugar, e, nunca, jamais, pensar em  desistir. E como estamos em plena época de carnaval, tudo o que posso dizer nesse momento, para você, minha leitora, e meu leitor, é: "Levanta, sacode a poeria e dá a volta por cima..."

Um comentário:

Austri Junior disse...

Para combinar com o clima de carnaval, tudo nesse pais acaba em samba. E diga-se de passagem, um samba muito ruim. Uma péssima letra, sem ritmo e sem harmonia... Triste é o nosso Brasil!