sábado, 14 de junho de 2014

A Copa do Mundo no Brasil - Parte II

Comentário



 Não se luta por direitos, desrespeitando os direitos dos outros

A Copa no Brasil começou cheia de problemas com greves para todo lado, e para piorar a situação em Cuiabá, a chuva não deu trégua, as ruas ficaram alagadas, turistas e população local sem transporte público por causa da greve dos rodoviários.

O padrão Fifa não está funcionando dentro do campo, os juízes estão cometendo erros absurdos, prejudicando as equipes, os atletas e o espetáculo. Dois gols legítimos da equipe do México foram anuladas. Eu não entendo de futebol, mas ao meu ver o pênalti no Fred foi legítimo e bem marcado. Odeio ver aquele "empurra-empurra", e o" agarra-agarra" dentro do campo. Acho desleal quando um jogador puxa a camisa ou o calçao do oponente. Já vi uma foto da Copa das Confederações que um jogador puxou o calção do outro ao extremo, que ele ficou de "fio dental". Um horror!

Só para registrar, gostei muito do banho que a Holanda deu na Espanha arrogante. Sempre torço contra a Espanha, contra Camarões e contra a Argentina. Aliás, a equipe de camarões é tosca, ridícula,  absurdamente violenta assim como a Argentina. Só jogam com violência física e com deslealdade e desrespeito.  Todo esporte por mais competitivo e por mais contato físico que tenha, deve tratar o adversário com respeito. Sempre digo, e quero repetir aqui: O respeito e a base de todos os relacionamentos.

Falando em respeito, quero deixar aqui o meu repúdio à torcida - elite branca brasileira - que mandou a presidente Dilma TOMAR NO "SUCO DE CAJU". Falta de respeito total e absoluto! Repudio esse tipo de atitude. Sou contra o governo do PT e contra a Dilma. Não vou votar nela e não quero de maneira alguma que ela se reeleja (quem acompanha esse blog sabe muito bem disso). Sempre estou criticando a presidente e o seu "desgoverno". Mas mandar a presidente TOMAR LÁ..., em rede mundial. Isso é um absurdo! É preciso separar os alhos dos bugalhos. Uma coisa é vaiá-la, e isso já é por demais, uma atitude questionável, outra coisa muito pior, foram os xingamentos de baixo calão e desrespeitosos. Ela é uma pessoa, um ser humano com sentimentos, mesmo sendo péssima governante. Acima de tudo, é presidente do nosso país. Se amamos realmente essa pátria, não devemos ter uma atitude negativa como essa, para o mundo inteiro testificar a nossa ignorância e o nosso desrespeito de "povinho do terceiro mundo". Nós não vamos mudar nada com atitudes negativas e nefastas como xingar com palavrões de baixo calão, a presidente da República do Brasil, e nem com a violência do black "bostas". Os valores das pessoas estão distorcidos, desfocados, desvairados, desequilibrados... Tenho pena dessa gente que está assinando o seu próprio atestado de burrice e de incompetência cidadã, política, e humanitária, comportando-se como animais da pior extirpe.

Enfatizo aqui o ato louvável e muito positivo, daquele pai que foi buscar o filho de dezesseis anos (mascarado) dentro do protesto, foi a atitude mais acertada que vi nesses três dias de Copa do Mundo (eu faria a mesma coisa se soubesse que o meu filho está metido em uma situação dessas). O "moleque" teve o cérebro lavado pelos grupos fascistas e anárquicos, que quebram tudo e destroem propriedades públicas e privadas, que tiram as vidas das pessoas como fizeram com o cinegrafista da Rede Bandeirantes de Televisão, Santiago Andrade. Não se conquista direitos desrespeitando os direitos dos outros, e muito menos destruindo vidas e propriedades. O foco está errado! 

Para finalizar, quero dizer que, salvo o fato de que um policial expeliu gás de pimenta em um desordeiro já imobilizado, eu apoio a atitude da polícia. Tem que reprimir e reprimir com força. "Polícia para quem precisa de polícia..." Afinal: "Que pais é esse...?"

Austri Junior - Editor do Blog

  








Nenhum comentário: